5/18/2010

Cidade da Paz

(Pra recordar os tempos de Rip-Rop)


Na cidade muita gente angustiada
Pra cima e pra baixo a procura de algo mais
Aceitam qualquer tipo de ajuda
Oração ou mandinga, tudo junto, tanto faz

Na cidade muita gente sofrida
Tem uma vida que não é mole não
Na televisão sonho de consumo
Mas dá muito trabalho pra ganhar o pão

Na cidade muita gente confusa
Não consegue encontrar um sentido pra viver
Vão de cabeça na balada do momento
Gastam seu tempo a procura de prazer

Na cidade muita gente corrompida
Mente, engana, faz ferida, não respeita o eleitor
Na política brasileira: pão e circo!
Muita festa, ilusão pra aliviar a dor.

Reine Cristo em nossos corações
Cidade do amor, cidade da paz

Na cidade solidão na multidão selva de pedra
Que atrapalha benta comunhão
Egoísmo, indiferença a despeito de sua crença
Ideologia da competição

Na cidade segregada, a periferia
Mercado livre que escraviza a multidão
Violência e miséria no lugar
Enquanto muitos não param de lucrar

E na igreja, o povo ora, canta e chora
Esperando o sofrimento aliviar
Vão em busca de um Deus que tudo pode
Inclusive tua vida despertar

Está na hora de fazer a minha parte
Verdadeiro resgate da santa vocação
Como fruto do evangelho em minha vida
Ser instrumento de libertação.

Reine Cristo em nossos corações!
Cidade do amor, cidade da paz.



Gidalti Guedes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Pesquisar este blog